Segunda-feira, 16 de Junho de 2008

Isto está mesmo a saque !!! (parteII)

Pronto, já fui ler, já me fui informar, tentar perceber a problemática das dívidas incobráveis.

Não gosto de falar só porque sim, protestar porque dá uma imagem muito in de revoltada sistemática.

Até tive uma discussão com um amigo do coração.

Esteve meia hora a explicar-me que a EDP é uma grande empresa com prestígio internacional e que tem sido muito bem gerida, que a notícia é que foi mal dada. Ele foi falando, falando, ainda escrevi algumas coisas mas, agora, que quero repetir aqui as razões da sua razão tenho frases soltas como - faz tudo parte da formação do preço de venda, num estado de direito as empresas devem dar lucro, quanto mais lucro mais bem gerida é, etc,etc....

Vê-se que ele percebe disto.

Eu não.

Acho que ainda percebo menos de economia do que de futebol.

E de futebol é o que se sabe !

Mas não vou esconder-me atrás do parco conhecimento para me escusar a dar a minha opinião.

Sou uma alma simples.

Pragmática até à quinta casa, sendo que o pragmatismo ( e passo a citar o dicionário para não meter água) é a doutrina filosófica que adopta como critério a utilidade prática, identificando o verdadeiro com o útil e, mais, um sistema que reduz o conhecimento a uma acção eficaz e a verdade à utilidade para a vida.

E, assim sendo, aqui vai o que eu apreendi do que li :

Em 2007 a EDP teve um lucro líquido de 1.100 milhões de euros.

No 1º trimestre deste ano, e contrariando as previsões dos nossos analistas, o lucro da EDP subiu 9,1% em relação a igual período de tempo do ano passado.

Estamos a falar de 263 milhões de euros líquidos.

O EBITDA - Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortisation - o cash-flow operacional cresceu para 808,7 milhões.

É muito milhão.

Ainda bem para os investidores...

E para o País que precisa de empresas assim, que lhe alentem a economia.

So far so good, isto até que ia tão bem com cash-flow e tudo, mas vamos lá ao que interessa.

0,2% a 0,3% da facturação total é de incobráveis, até aqui suportados pela empresa.

A estimativa da EDP para este ano é a de um calote de 13,6 milhões.

Ora a partir de 2009, e com o aval da ERSE - Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos,

a EDP vai dividir os 13,6 milhões pelos cerca de 6 milhões de consumidores, dos sérios, dos entrantes, dos pagantes.

Os justos pelos pecadores.

Eu sei, feitas as contas dá um miserável 1,13€.

Não é pelo dinheiro é pelo princípio.

Pela intenção.

Não sei, senti-me roubada, assaltada, jackinzada, desconsiderada.

Já pagamos a electricidade a um preço 21% superior ao da média comunitária e parece querer aumentar.

Este 1.13€  é só a cereja em cima do bolo!

Não sou de opinião que a notícia esteja mal dada.

Eu acho que está até muito bem dada mas...

 

...amigo do meu coração, não quero ter mais discussões energéticas contigo, que a única electricidade que descarreguemos seja a provocada pela nossa estima.

 

 

(Enquanto me lembrar da real seca que foi escrever este post não vou falar mais de política, sim, porque queiram ou não, isto é a porca da política !)

 

 

sinto-me: viva a energia solar!
tags:
publicado por entreparentes às 23:44
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Sítios que eu visito

.posts recentes

. Daqui a 1 mês não tenho n...

. O Xico Careca e o Faceboo...

. As escadinhas da Regina

. Já lá vão 50 anos...

. Escrever...

. O TAI CHI E EU (I)

. Voltei !

. Vou fazer Harakiri...

. Saravá, amigo de Apucaran...

. Como é que se diz ? Parec...

.arquivos

. Maio 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Outubro 2006

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds