Quinta-feira, 31 de Julho de 2008

Vou fazer Harakiri...

 

Vou de férias para o Algarve, em Agosto !

Depois conto como foi !

Ainda por cima estou convencida que vou gostar porque vou com a miudagem.

E o mais velho vai fazer lá os seus 10 anos !

Agora estou ainda naquele stress eufórico do levo isto, levo aquilo, não me posso esquecer daqueloutro, sempre com aquele sentimento do que é que eu me vou esquecer desta vez ?!

Páro indecisa, se levo a torradeira ou não. Os miúdos adoram torradas...

E na minha cabeça são só flashbacks do tempo em que as mães destes eram da idade deles  e eu ia para Mantarrota de panela de pressão atrás.

Agora penso como a água deve estar boa, quente e tranquila.

Os miúdos a fazerem  covas e castelos e ilhas e monstros e forminhas disto e daquilo e muito balde de água - agora vai lá tu, avó !

E mais o atum de cebolada...

(Pena já não haver sardinhas debaixo da ponte em Portimão).

E os jantares tardios.

E mais o pôr-do-sol.

Palmeiras a abanar com a brisa que à noite se levanta para refrescar a pele ainda quente de um sol, que eu não devo apanhar.

Recuso a ideia de milhares, de filas, da morosidade,do falta isto já não há aquilo, da má criação, de roubos e etc.

Se eu quiser, se eu pensar com muita força, muito zen, muito astral positivo,vou ter um Algarve só para mim.!

...e vou levar a torradeira!

 

 

 

tags:
publicado por entreparentes às 10:54
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito
|
Segunda-feira, 28 de Julho de 2008

Saravá, amigo de Apucarana...

... e mais os de Macapa, Ipatinga, Aracatuba, Cornélio Procópio, Pelotas, Chapeco, Cuiaba, Ijui, Teresina, Nova Iguacu, Hortolandia, Manaus, Guarulhos, Itajusa  e outros, mais de quinhentos brasileiros que me visitaram, este post é inteirinho para vocês e só para vocês !

Eu sei que não era bem a mim que procuravam...mas sim os meus irmãos xará.

Para não ficarem muito decepcionados deixo-vos aqui uma das suas recentes actuações !

 

 

 

Se a qualidade não é muita, a culpa não é minha!

Não há no youtube um video deles que se safe....

Depois, devo confessar que não é bem o estilo de música brasileira que eu gosto.

Para ficarmos todos contentes, agora vai um mais ao meu jeito !

 

 

 

Quem vai achar mais graça a este post é a minha amiga Crisálida a única brasileira que entra aqui sabendo ao que vem. Saravá para ti também, amiga !

 

E porque o coração não deixa que a memória esmoreça, acabo em beleza (para mim, claro !)

 

 

 

sinto-me: com samba nos dedos
publicado por entreparentes às 15:58
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quinta-feira, 24 de Julho de 2008

Como é que se diz ? Parece que foi ontem ...

 

Um ano!

Passou num instante...

...e eu que nem tenho tanta pressa assim que o tempo passe às correrias.

Mas passou !

Já faz um ano que ando para aqui a caminhar, a falar disto e daquilo.

A protestar.

A rir.

A criticar, a desabafar (o dinheirão que se poupa no psicólogo!)

E, o mais importante, a conhecer novas pessoas,( a reencontrar outras !) a acompanhar-lhes as alegrias, os desalentos, as conquistas e o nem por isso.

Abrandei, meti meias férias, mas não me fui embora... confesso, estou a gostar disto.

Obrigada por andarem por aqui !

 

 

 

 

sinto-me: com mais um ano!
publicado por entreparentes às 16:14
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Sexta-feira, 11 de Julho de 2008

Guilherme Tell não faria melhor...

 

A coisa passou-se já há alguns dias mas a falta de tempo e de paciência adiam-me a vontade.

Fui esperar a minha mais nova ao Aeroporto.

É uma coisa de família...nem que se vá ali ao virar da esquina, se mete avião é para ir buscar.

Primeiro é o nervosinho das olhadelas para os monitores.

Aterrou, maravilha ! Agora é só mais meia hora ou três quartos dela.

Então, de suspiro dado, é tempo de apreciar o autêntico teatro que nos rodeia.

Não é propriamente Heathrow, falta muito turbante, muito sari, mas dá para entreter a vista...

Desta vez a agitação era em português.

Comecei por ver as bandeiras nacionais.

Entre pequenas e grandes contei 8.

Os participantes também não eram muitos mais. Para aí uns 15. Mas muito animados. Poucos mas bons.

Duas faixas rectangulares.

Uma dizia Parabéns Nuno Pombo. E a outra Voa até Pequim !

Cusca por natureza, ouvido à custa, danadinha para saber quem tinha conseguido mínimos para os Jogos Olímpicos.

Mistério desvendado quando chega a bandeira da Federação de Tiro com Arco. 

Fiquei a pensar, se fosse uma equipa de futebol estariam ali às centenas. E mais as televisões e as rádios e os etc.

Os nossos olímpicos esfalfam-se para estarem presentes, alguns nem grandes apoios têm e, se não são mediáticos, passam quase incógnitos do grande povéu.

Andamos nós a dizer aos miúdos que o que interessa é competir e, depois, só se pensa no ouro, na prata e, vá lá, no cobre.

Se aquela cena das bandeiras por todo o lado serve para demonstrar o apoio de Portugal, deviam fazer o mesmo pelos atletas olímpicos.

Ou, se como eu, já deram para as bandeirinhas, talvez pelo menos saber quem eles são.

Como cheguei à conclusão que, dos setenta e tal só conheço aí uns dez, resolvi investigar e começar pelo Pombo.

Nuno Pombo tem só 30 anos, mas é a 3ª vez que vai às Olimpíadas e classificou-se ao vencer a final da Taça do Mundo de Boé, França.

Claro que vou estar atenta ao Obikwelu,à Naíde, à Vanessa, ao Nelson Évora, à Susana Feitor, aos jovens do mar Miguel Nunes porque é filho de um antigo colega e o João Rodrigues, o único que conheço pessoalmente - um madeirense calmo e simpático, que faz parecer canja aquele equilíbrio mirabolante em cima da prancha.

Mas como eu sei, por experiência própria, o quanto custa acertar no placard quanto mais no alvo, vou estar de olho em si, Pombo e, voe o que voe, tem desde já o meu apoio.

 

 

A experiência própria aqui está. O senhor da Federação bem se esforçou...

 

 

...mas nem no placard acertei !!! Mas fiquei com uma fotografia com muito estilo !!!

 

 

sinto-me: com pontaria zarolha !
publicado por entreparentes às 17:53
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Domingo, 6 de Julho de 2008

Claustrofobia a céu aberto !

Ele chegou sem eu quase dar por isso.

Sentou-se ao alcance do meu braço se eu o estendesse para ele.

Pareceu nem reparar no meu olhar reprovador ou, então, sou eu que já não sou tão boa naquele meu olhar dardejante do 'chega para lá' !

Pôs-se muito à vontade e, de imediato, quase com urgência, abriu a Bola.

A testa franzida, olhos semicerrados, queixo espetado para a frente, o espaço invadido de onomatopeias sussurradas - tchiiii, uhnnn, pfff...

Não queria dar-lhe a abébia de olhar descaradamente para ele. Por isso é que foi inventado o soslaio e a minha visão periférica é a de autêntica mosca.

No entanto, eram os pés dele que, irresistivelmente, atraíam  o meu olhar.

O poder magnético do joanete, dos dedos do meio encavalitados nos vizinhos do lado, calos no mindinho, tudo em grande agitação, esfregados um pé no outro, em comichões nervosas que acompanhavam os tchiiiii, uhnnnn e pfff.

Quando as duas chegaram ele baixou o jornal e ficou a olhar para elas, indeciso entre o protesto das claques e a conversa megafónica da 'cabra, sim porque ela é uma autêntica cabra'.

Mas rapidamente retornou a meter a cabeça entre as páginas, no seu mundinho. Autêntico homem bolha. Alheado da cabra.

Interiormente gabei-lhe a concentração.

- É muito nova, ainda...

- É nova para umas coisas e não é para outras...assim que chega o subsídio da velha estafa-o todo,  anda toda aperaltada  e  andam a sandes o resto do mês.

- A mim admira-me é o marido não fazer nada...

- O marido...o marido amocha que é bem mais velho que ela e bebe-lhe os ares...

- Ele há vidas...

O casal mais velho que tinha chegado primeiro, visivelmente incomodado, inicia o diálogo do despiste alguns decibéis abaixo.

- Queres agora as bolachas ?

- Não, só água, se faz favor.

- Também trouxe Sumol...

- Só quero água.

- Ah.. e banana, também trouxe bananas !

O meu neto ajuda à festa radiofónica com um discurso de protesto que acaba sempre num   'isto é uma seca' !

Cogumelos pululantes.Chapéuzinhos vermelhos, amarelos, azuis, verdes...às centenas.

Os colégios, as colónias, os grupos de acção, os jardins infantis, invadem a praia, delimitam o seu espaço com uma roda de toalhas e vão brincar para a beira mar.

E correm para pôr o chapéu e voltam pelo balde e vão para o banho e retornam para secar.

Deixam marcas de pezinhos de areia nas nossa toalhas, guinchos nos nossos ouvidos...e um conseguiu mesmo passar entre mim e o senhor da Bola.

Cercada por toalhas, chapéus, pessoas, mar e sons...babel horizontal com pedaços de vidas que somos obrigados a viver...

 - Não quero banana, quero água, água...chata !

 - Só perguntei por perguntar...

 - Tchiiiii, uhnnn, pffff

 - Ainda este mês comprou outro par de sandálias...

 - Ó André. ó Manel, ó Joâo,ó Rita, ó Vanessa, ó Rui....

 - Tudo sentado, limpar as mãos, vamos comer !

 - Ainda por cima bandeira encarnada, que grande seca !

 

Ai, se a minha rinite não aspirasse tanto pelo ar do mar...

Ai, se a praia não fizesse tão bem ao puto...


 S.Pedro do Estoril, 3/7/2008

 

 

 

sinto-me: mais ou menos de férias
publicado por entreparentes às 23:34
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|

.pesquisar

 

.Sítios que eu visito

.posts recentes

. Daqui a 1 mês não tenho n...

. O Xico Careca e o Faceboo...

. As escadinhas da Regina

. Já lá vão 50 anos...

. Escrever...

. O TAI CHI E EU (I)

. Voltei !

. Vou fazer Harakiri...

. Saravá, amigo de Apucaran...

. Como é que se diz ? Parec...

.arquivos

. Maio 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Outubro 2006

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds